quinta-feira, março 12, 2009

Mimos e carinhos [2]


A vida às vezes surpreende-nos mesmo. De repente, damos por nós a descobrir que há mesmo gente que faz da palavra gente uma palavra bem humana. E que nos faz sentir um não sei quê de sensibilidade.

E, porque não há duas sem três, como ela mesmo disse, a amiga – e posso, estou certo, chamá-la já assimMariz, resolveu conceder-me a “chave de ouro da sua casa”, o
Sou Pó e Luz.

Mais uma vez, sem méritos relevantes que possa mostrar, apenas posso acreditar que são os “olhos” de pessoa de bem da Mariz os únicos motivos para esta atenção.

Fico feliz. Por poder descobrir, se bem que neste mundo “virtual”, gente que vale a pena descobrir e conhecer.

Obrigado, Mariz. Cá nos vamos encontrando. É, afinal, o mais importante. Não é?

3 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
tudo o que vem
da amiga Mariz tem valor,
,
parabens Zé, do Zé . . .
,
abraço
,
*

Zé Maria disse...

Obrigado amigo Poeta.

Mas o mérito, acredita, está nos olhos dela...

Abraços

Mariz disse...

Salvé Zé Maria

Quer querer que não tinha visto esta prenda? Sua, claro...nunca pensei que a fosse exibir...

Não são os meus olhos não!...e se algum valor me atribuem, esse vai direitinho para QUEM me dá a LUZ que possam sentir...nada mais.
Cada pessoa tem tanto valor ou mais que eu. Todos somos almas neste invólucro físico e todas estamos aqui com um propósito...cada uma sabe de si.
Nada acontece por acaso..e pessoas nos vão sendo postas no osso caminho com algum propósito; sendo que o resultado, chegar com mais ou menos esforço á meta final! Só!

fico feliz que tenha gostado...mas para a próxima não perca tempo no post. guarde onde quiser apenas, porque o sentimento já lá ficou registado.

Abraço sentido
Mariz